COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 30 – Chamado a Mais Elevada Norma

Entrei e saí do hospital várias vezes nas últimas duas semanas. Não, eu não estou doente. Mas meu pai de 100 anos, que mora conosco, teve uma queda feia há algumas semanas e depois desenvolveu pneumonia! Então, tem sido duro para ele ultimamente.

Eu levo a ele suas comidas favoritas (a comida do hospital é muito sem gosto), esfrego os pés dele e falo com ele sobre o céu. Meu pai quer mais do que tudo ver Jesus! Não sabemos por quanto tempo ele viverá, mas ele está em paz, porque ele “tem guardado a carreira e mantido a fé” e sabe que está guardada para ele uma coroa de justiça.

Talvez nenhum de vocês tenha cem anos de idade ou esteja hospitalizado com uma doença grave, mas todos nós como crentes estamos na carreira pela vida eterna. E “ninguém que cumpra as condições ficará desapontado no final da corrida. Ninguém que seja sincero e perseverante fracassará”.

Não vamos, portanto, estar cansados de fazer o bem, mas vamos perseverar até o nosso último suspiro terrestre! “Ele o manterá forte até o fim.” 1 Coríntios 1: 8 NLT. Que promessa!

Cindy Tutsch
Diretora Associada (aposentada)
Patrimônio Ellen G. White


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/30

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/309/322/chamado-a-mais-elevada-norma

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 28-29 – Dias de Lutas e Provas

“Com a fé em Deus como sua armadura e com sua palavra como arma de guerra, eles receberiam um poder interior que lhes permitiria desviar os ataques do inimigo.”

O apóstolo Paulo passou por muitas tribulações no estabelecimento e na manutenção da fé do novo crentes em Cristo. O fervor de Paulo em espalhar a palavra de Deus não foi um caminho fácil de trilhar. Hoje em dia, os crentes em Cristo também se deparam com muitas tentações que o mundo tem para oferecer. Devido à natureza pecaminosa dos homens, é muito fácil afastar-se do caminho de Deus.

“Satanás está constantemente procurando introduzir desconfiança, alienação e malícia entre o povo de Deus.” O diabo procura afastar as pessoas de Deus. É especialmente fácil para a geração de hoje se afastar da igreja devido a um mundo globalizado. As mídias sociais e a internet oferecem às pessoas uma grande variedade de informações, o que torna mais fácil questionar as palavras de Deus. Se entregarmos nossa alma e coração completamente a Ele, então seremos capazes de resistir às tentações mundanas. Se pedirmos orientação a Deus, ele nos guiará conforme o apóstolo Paulo guiou os novos crentes. Deus quer que busquemos sua misericórdia e graça, ele quer que saibamos que ele nunca desistirá de nós. O amor eterno de Deus por nós é manifestado através de sua proteção e cuidado contínuos por nós.

Jare-Anne Maratas
Academia Adventista Parkview
Lacombe, Alberta, Canadá


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/28-29

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/291/297/dias-de-lutas-e-provas
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/298/308/mensagem-de-advertencia-e-de-apelo

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 26-27 – Corinto e Éfeso

Uma competição surgiu entre Apolo e Paulo, que foi destrutiva para o crescimento saudável da igreja em Corinto. Nem Paulo nem Apolo encorajaram esse favoritismo; De fato, Paulo falou veementemente contra isso. Mas as más suspeitas e a inveja haviam feito o seu trabalho, tornando difícil para Paulo ensinar aos conversos de Corinto os mistérios mais profundos da salvação.

Essa situação poderia ser facilmente aplicada ao nosso próprio tempo. Se Paulo estivesse ensinando nossa congregação local, estaríamos abertos para compreender e aprender as coisas mais profundas do Espírito, ou estaríamos muito presos à política da igreja local ou global para responder plenamente aos esforços do Espírito para impressionar nossos corações com uma maior compreensão das Escrituras?

Cada um de nós tem um trabalho para o qual Deus nos chamou. “Não deve haver indelicado criticismo, nem o desejo de fragmentar a obra de outros; não deve haver partes separadas. Cada pessoa a quem o Senhor confiou uma mensagem tem sua obra específica. Cada um tem sua própria individualidade, que não deve diluir-se na de outro. Não obstante, cada um deve trabalhar em harmonia com seus irmãos. Em seu trabalho, os obreiros de Deus devem ser essencialmente uma unidade. Ninguém deve colocar-se como padrão, falando desconsideradamente a respeito de seus companheiros, ou tratando-os como se eles fossem inferiores. Sob o cuidado de Deus, cada um deve desincumbir-se da tarefa que lhe foi indicada, devendo contar com o respeito, amor e animação dos outros obreiros” (Atos dos Apóstolos, p. 152.4).

Pela graça de Deus e sob a instrução do Seu Espírito, podemos trabalhar a favor do Seu reino como um movimento unido!

Cindy Tutsch
Diretora Associada (aposentada)
Depositários de Ellen G. White


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/26-27

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/269/280/apolo-em-corinto
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/281/290/efeso

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 25 – Tessalônica

Os tessalonicenses esperavam a libertação imediata de sua natureza pecaminosa depois de terem recebido a mensagem de Cristo. Eles não queriam pensar na necessidade de manter um estilo de vida piedoso por toda a vida, sem nunca escolher a gratificação instantânea acima da decisão consciente de servir a Jesus.

Paulo necessitava que os tessalonicenses entendessem que Jesus não estava retornando imediatamente. O “homem do pecado” devia primeiro ser revelado. Cada pessoa no cristianismo hoje tem ouvido a mensagem de que o Senhor voltará em breve. No entanto, os tessalonicenses foram essencialmente instruídos a não esperar que Jesus voltasse nos seus dias. Para alguns de nós, Jesus pode não retornar em nossa vida também. Talvez o verdadeiro teste de caráter seja viver todos os dias para Jesus, mesmo que não saibamos quando Ele retornará.

Enquanto esperamos pelo retorno de Jesus, não devemos nos voltar para a preguiça ou os prazeres deste mundo. Em vez disso, nos concentremos no exemplo que podemos ser para os outros.

Lacey Butler
Academia Adventista Parkview
Lacombe, Alberta, Canadá


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/25

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/255/268/as-cartas-aos-tessalonicenses

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 24 – Corinto

Paulo viu o potencial que Corinto representava para o evangelho, uma cidade importante, não apenas da Grécia, mas do mundo conhecido de então. Apesar dos sérios obstáculos para um bem sucedido evangelismo em Corinto, Paulo estabeleceu uma equipe ministerial lá consistindo de Áquila, Priscila e ele mesmo. Em vez dos sofisticados argumentos e filosofias que ele havia usado em Atenas, Paulo decidiu pregar apenas “Jesus e este crucificado”. Ele acreditava que uma vez que um pecador compreendesse o amor do Pai, como demonstrado no sacrifício de Seu Filho, uma mudança de coração aconteceria. e as pessoas seculares seriam transformadas.

No entanto, Paulo não teve receio de esclarecer o que significaria ser um seguidor do Cristo crucificado e ressuscitado. Ele repreendeu o mundanismo, o amor ao poder e aos títulos e ao exibicionismo, enquanto apontava para Jesus como o cumprimento das Escrituras do Antigo Testamento. O próprio Deus apareceu a Paulo em uma visão para encorajá-lo a continuar trabalhando em Corinto, apesar dos desafios, porque “tenho muita gente nesta cidade”.

Curiosamente, Ellen White identifica Corinto como um lugar importante para estabelecer memoriais para Cristo e Sua verdade, porque era um grande centro comercial. Que cidades são “vias de circulação” no país onde você mora, e como você poderia apoiar centros de influência para Jesus nesses lugares?

Cindy Tutsch
Diretora Associada (aposentada)
Depositários de Ellen G. White


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/24

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/243/254/corinto

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 23 – Beréia e Atenas

Os Judeus na Beréia foram elogiados por sua disposição em investigar as verdades que Paulo havia ensinado. Como suas mentes não haviam sido estreitadas pelo preconceito, os anjos foram capazes de iluminar suas mentes e impressionar seus corações com verdades novas para eles. Que lição importante para nós!

Depois de fazer evangelismo em Beréia e Tessalônica, Paulo viajou para Atenas, a metrópole do paganismo. Não intimidado pela opulência e pelos grandes centros da educação e da cultura, Paulo pregou apaixonadamente a Cristo na colina de Marte e nos mercados. Embora destemido ao expor as falácias da religião dos Atenienses, Paulo não os deixou sem esperança. Com o poder do Espírito, Paulo dirigiu, com tato, as mentes dos seus ouvintes idólatras para o “Deus Desconhecido”, revelando a natureza e a missão da Deidade celestial.

Recentemente estive na colina de Marte, e contemplei a vasta cidade diante de mim. Hoje, há apenas alguns Adventistas do Sétimo Dia em Atenas para levar a tocha que Paulo bravamente acendeu há tantos anos. Oremos para que Deus fortaleça os corações dos nossos irmãos. Embora as aparências possam parecer proibitivas, a verdade de Deus ainda há de brilhar em meio às trevas que envolvem o nosso mundo. “Não deve haver desânimo em conexão com o serviço de Deus.”

Cindy Tutsch
Diretora Associada (aposentada)
Depositários de Ellen G. White


Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/23

Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/231/242/bereia-e-atenas

COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 21-22 – Nas Regiões Distantes

Paulo e sua recém-formada equipe missionária tentaram levar o evangelho ao oeste da Ásia Menor (Turquia), mas não deu certo. Foi quando Paulo teve uma visão na noite de um homem macedônio implorando para que eles viessem e os ajudassem. Eles perceberam que o Senhor estava abrindo todo um novo continente, a Europa, para a mensagem do evangelho (Atos 16:6-10). Eles deveriam começar algo novo com o objetivo de ganhar almas.

O que eles não sabiam é que o Senhor já estava preparando corações para que uma igreja fosse plantada em Filipos, uma importante cidade da Europa. Eles não sabiam que um grupo de mulheres piedosas, lideradas por Lídia, já se encontravam a cada sábado à tarde perto de um rio e não apenas aceitariam a verdade bíblica, mas também providenciariam um lugar para a equipe missionária ficar hospedada (v. 13-15). Eles não sabiam que uma adolescente apanhada em tráfico de seres humanos e atividades ocultas estava desesperada por libertação (v. 16-18; AA 213.1). Eles não sabiam nada disso – e muito mais – mas o Senhor sabia.

Com certeza Deus sabe de pessoas em sua comunidade que estão buscando a verdade, ou apegadas a vícios e querem libertação, ou pareçam endurecidas, mas se tornarão abertas a Jesus e à Sua verdade quando observarem genuína bondade. Talvez Ele queira que você saia da sua zona de conforto para fazer algo novo a fim de ganhar almas para ele.

Por que não lhe perguntar quão longe da sua zona de conforto Ele quer que você vá? Ele vai lhe mostrar ou lhe dizer. E Ele lhe dará a coragem e a ousadia necessária.

Dan Serns
Coordenador de Evangelismo da Associação do Texas
Estados Unidos da América

Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/21-22
Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/211/220/nas-regioes-distantes
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/221/230/tessalonica