BLOG DA SEMANA 21 – sobre Parábolas de Jesus, cap. 24

A ideia de estar nu em público é horrível e desconfortável para mim. No entanto, parece-me que, espiritualmente falando, vivo esta situação o tempo todo, quando eu encontro falhas em vez de perdoar, abato em vez de elevar ou causo dano em vez de curar. Por que será que eu tento me cobrir com folhas de figueira quando Cristo Jesus me oferece Sua vestimenta, o manto de Sua própria justiça? Aquela que "Cristo dará a todos que se arrependerem e crerem… ‘Que sejas vestido, e que a vergonha de tua nudez não apareça’. "

Esta parábola me lembra que não importa quão bom possa parecer meu testemunho, até que meu coração seja suavizado pelo amor de Deus e subjugado pela Sua graça, ele é apenas mera aparência.

"Não é suficiente acreditarmos na teoria da verdade. Não é suficiente fazer profissão de fé em Cristo e termos nossos nomes registrados no rol da igreja… ‘nisto conhecemos que ele permanece em nós, pelo Espírito que Ele nos deu.’ … Seja o que for que professarmos, isso equivale a nada, a menos que Cristo seja revelado em obras de justiça".

Estou refletindo, em palavras e atos, o Espírito de Deus? Porque naquele dia, nada mais vai ter importância!

Nicole Stallings

Portadores de Luz, http://www.lightbearers.org/

EUA

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/col/24

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/sop/col/24

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s