Blog semana 21-28/02/2016, sobre Patriarcas e Profetas caps. 10-11

Os doze primeiros capítulos de Gênesis registram três apostasias coletivas e três respostas divinas missionárias.

Depois da queda inicial, Deus fez sua primeira promessa de um redentor (Gn 3:15). Então, Deus fez uma segunda oferta de salvação, através de Noé.

Após o dilúvio, a humanidade, mais uma vez, caiu em apostasia coletiva em Babel. A apostasia em Sinear pretendia resistir à ordem divina de migração global e estabelecer um governo rebelde. A resposta missionária de Deus foi confundir a única língua, interromper o projeto de construção e assim dispersar a humanidade por toda a terra. Se a humanidade houvesse migrado como Deus havia ordenado, teríamos desenvolvido diversas línguas e culturas naturalmente. Ao confundir a linguagem, Deus acelerou a velocidade normal de mudança linguística e cultural. A história de Babel apresenta um triste fim, com a humanidade em migração forçada e nenhuma esperança à vista.

O chamado de Deus para Abrão foi uma iniciativa missionária decisiva e tomada em um ponto de desesperança. Gênesis 12 é uma das maiores passagens missiológicas da Bíblia e a Grande Comissão do Antigo Testamento. "Deus sempre preservou um remanescente para servi-lo" (PP 125) e Abrão era desse grupo. Com Abrão, Deus escolheu um grupo étnico cujas gerações se tornariam seus agentes aliados, da missão até o Pentecostes, quando todos os grupos étnicos seriam incluídos no pacto missionário. A maior bênção possível a todos os povos viria quando o Messias nascesse como a Semente de Abraão.

Abraão era um exemplar missionário intercultural. Ele cometeu erros, mas tinha um amor genuíno pela humanidade, que o fez interceder diretamente com Deus em favor de Sodoma. Ele estava aberto a encontros inesperados com pessoas piedosas como Melquisedeque. Seu bisneto, José, foi um missionário transcultural altamente eficaz, cujos erros não foram registrados.

Gorden Doss

Andrews University Seminário Teológico

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/pp/10-11

Traduzido por: Jeferson e Gisele Quimelli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s