BLOG DA SEMANA 21/05/2017, sobre Profetas e Reis, cap. 22

A velha e conhecida história de Jonas e o grande peixe tem valor não só como uma história maravilhosa para as crianças, mas como advertência para aqueles que vivem nos últimos dias. Deus deu a Nínive um aviso de desgraça iminente, mas também graciosa oportunidade de arrependimento, perdão e um indulto do julgamento.

Ellen White compara a condição de Nínive, assim como Israel de antigamente, com o estado do mundo em nossa geração, alertando para a próxima destruição. Neste caso, no entanto, não haverá indulto, pois a destruição precede o fim dos tempos como o conhecemos. Mas como Deus, em Seu amor e sabedoria, estendeu a misericórdia aos moradores de Nínive, Ele cuidará de cada alma arrependida que dependa dEle, dando Sua cobertura de justiça e proteção através de caos inimaginável e completa ruína. Se Seu povo sobreviver ao ataque do mal, ou dormir em Jesus até que Ele venha não fará diferença no final. Para ambos os grupos fiéis Ele prometeu a vida eterna com Ele, o reencontro com os entes queridos, as maravilhas inimagináveis e o fim do pecado no universo.

Eileen Van Tassel
Conselheiro de Atendimento a Idosos e Pobres,
IASD de Riverside, USA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s