BLOG DA SEMANA 26/08/2017, sobre Profetas e Reis, cap. 38

Um dos símbolos mais notáveis de esperança no livro de Jeremias é o ato profético de comprar um campo (Jeremias 32). Na véspera da destruição de Judá pelos babilônios, a palavra do Senhor veio a Jeremias e o instruiu a comprar uma propriedade em sua aldeia natal. Ele fez isso, assinando e selando a ação ante testemunhas. Que ato absurdo – especialmente para o profeta que clamara continuamente que Judá estava prestes a ser destruído!

Mas também foi um ato de grande esperança – um ato que demonstra a fé de Jeremias na promessa de que o desastre iminente não teria a última palavra na história de sua família e seu povo. Jeremias, assumindo o papel de parente, readquiriu uma propriedade familiar. Seu ato serviu como um depósito de segurança que simboliza a promessa de restauração futura (ver versículos 14-15).

Ler esta história me faz perguntar quais atos realizados hoje reafirmam minha convicção de que aquilo que vivenciando não é o fim da história. Fazendo eco à segunda linha da oração de Jeremias, afirmo: “Senhor soberano, nada é muito difícil para você”.

Jody Washburn
Professor Assistente de Estudos Bíblicos
Universidade Walla Walla

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1552
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s