Comentário sobre O Desejado de Todas as Nações, cap. 51

“Eu quero a minha liberdade!”

Quantas vezes alguém disse isso apenas para se tornar escravo? O diabo é especializado em truques e promessas vazias. “Você ficará rico! Você será famoso! Você será responsável por sua própria vida! Apenas siga-me, e você poderá fazer qualquer coisa, ser qualquer coisa, ter qualquer coisa”. Mas no final de cada um desses caminhos as pessoas se encontram viciadas e escravizadas ao poder, prazer, dinheiro ou fama. Satanás leva seus cativos para cada vez maior degradação, governados pelo espírito de vingança, malícia e maldade.

O cenário parece sombrio até que alguém mais forte sobe ao palco: “Eu sou a luz do mundo”.

Jesus veio ao mundo como uma luz que brilha num lugar escuro. De repente, as correntes de Satanás são expostas. As armadilhas do mal que ele colocou aparecem à luz do dia para todos verem. Jesus entrou em cena, não apenas para revelar os enganos de Satanás, mas também para libertar os prisioneiros que haviam se enredado no pecado.

“A verdade vos libertará.”

O pecado só consegue triunfar enfraquecendo a mente e destruindo a liberdade da alma. A lei de Deus é a lei da liberdade, e somente servindo a Deus podemos nos tornar pessoas verdadeiras e completas.

Lisa Ward
Funcionária da Igreja Adventista do Sétimo Dia Country Life
Cleburne, Texas, Estados Unidos

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=12985       
Tradução: Jobson Santos, Jeferson Quimelli e Gisele Quimelli

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s