COMENTÁRIO sobre O Desejado de Todas as Nações, cap. 78

Imagine uma dor de partir o coração!

Cristo e Seu Pai haviam desfrutado de intimidade ininterrupta durante toda a eternidade. Nunca haviam experimentado a ausência um do outro. Nunca o amor foi retido de um para com o outro. Mesmo vestido em forma humana, Cristo havia sentido o amor e a aprovação de Deus. Apesar das limitações da encarnação, o relacionamento deles havia permanecido.

Contudo, pendurado na cruz, envolto pela culpa do mundo, Cristo não podia sentir a presença do Pai. Temendo que a ofensividade do pecado fosse para sempre separá-lo de Deus, Cristo sofreu profundamente. Angústia inimaginável obscureceu a esperança. Cristo sentiu que os laços eternos de amor entre ele e seu Pai haviam sido cortados pela hediondez do pecado.

Embora Cristo sentisse a ausência de Seu Pai, Deus e os anjos estavam perto da cruz, testemunhando cada gota de sangue derramado e cada momento de agonia. Embora Cristo se sentisse abandonado, Ele não estava sozinho. O pecado impediu que Cristo sentisse a presença consoladora de Seu Pai. No entanto, Deus estava lá.

O sofrimento muitas vezes nos impede de perceber a presença de Deus. Quando atravessamos as noites mais escuras e os vales mais profundos, nos perguntamos por que Deus nos abandonou. Quando mais precisamos Dele, muitas vezes temos a impressão de que Ele está ausente. Cegados pela dor, pelas limitações humanas, pensamos que Ele nos abandonou. Mas Ele não nos abandona.

Quando não podemos senti-lo, Ele está lá. Quando nos sentimos abandonados, Ele está lá. Deus nunca nos abandona, não importa o quanto nossos sentidos digam o contrário.

Deus estava com Cristo na cruz. E Ele está com você em sua fornalha de aflição.

Mesmo quando você não sente isso. Acredite!

Lori Engel
Capelão (atualmente com deficiências)
Eugene, Oregon, EUA

Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/da/78
Leitura correspondente no livro DTN: http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/4/741/757/o-calvario

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s