COMENTÁRIO sobre Atos dos Apóstolos, cap. 6 – À Porta do Templo

Após o derramamento do Espírito Santo, os discípulos reconheceram que em si mesmos eram fracos e indignos de continuar a grande obra que Jesus lhes havia chamado para fazer. Eles sabiam que somente através da oração sincera eles poderiam se conectar com a fonte do poder. E então eles oraram fervorosamente.

Sinto a mesma necessidade de oração sincera? Reconheço que sem Deus e Seu poder diário sou um discípulo ineficaz? Quantas manhãs eu faço rapidamente a minha devoção com apenas uma pequena oração simbólica quando Deus realmente quer derramar o seu Espírito com o mesmo poder que Ele derramou sobre os discípulos que curaram os enfermos em nome de Jesus, falaram com poder, e convidaram pessoas ao arrependimento? Nós temos um inimigo que conhece o poder da oração e Ele fará tudo o que puder para nos impedir disso. Nunca antes na história houve tantas coisas para nos distrair da oração.

Senhor, por favor, perdoe a minha falta de perseverança na oração. Que nada me impeça de me conectar com o Senhor dia a dia, hora a hora, momento a momento. Em tudo que faço e digo, que eu faça para agradar a Jesus.

Annemarie Freeman
Coordenadora de oração
Igreja do internato Georgia-Cumberland
EUA

Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/aa/6
Leitura correspondente no livro DTN:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/5/57/69/a-porta-do-templo

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s