COMENTÁRIO sobre O Grande Conflito, cap. 12 – Os Nobres da França

Texto original:
https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/gc/12

Os vários países da Europa tiveram seu próprio movimento de reforma. A França também teve o seu, embora tenha havido pouca colaboração com os líderes da reforma em outros países como a Alemanha.

E, apesar da independência desses dois movimentos, eles encontraram a mesma luz nas Escrituras e levaram a mesma luz ao povo. Deus designou isso para que o povo visse a luz amanhecer simultaneamente em todas as partes da Europa. Dessa forma, todos podiam ver que o grande movimento era de cima, de Deus.

Como estudante de missão na Malásia, fiquei muito impressionado com a vida de John Calvino. Intelectualmente, ele possuía sabedoria suficiente para corrigir os erros dos teólogos mais velhos. Mas, em vez de apenas discutir teologia com eles, ele fez um humilde trabalho de casa em casa. Ele estava procurando por aqueles que sentiam necessidade da verdade. E ele encontrou essas pessoas.

Para minha surpresa, discutir com pessoas que pensavam que já tinham a verdade não era o melhor coisa que Calvino poderia fazer em prol do evangelho! Em vez disso, ele começou a procurar por pessoas sinceras em suas casas.

“A religião pura e imaculada diante de Deus e do Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas em suas aflições e manter-se imaculado do mundo.” (Tiago 1:27)

Timothy Chin
Estudante do Instituto de Treinamento da Ásia Oriental
Malásia

Leitura correspondente no livro GC:
http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/1/211/236/os-nobres-da-franca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s